ICTL homenageia com flores mães que passam pelo processo de “químio”

Gisele Mendes

Para tornar o Dia das Mães ainda mais bonito, o ICTL (Instituto do Câncer de Três Lagoas) presenteou todas as mulheres que têm filhos, e que passam pelo processo de quimioterapia, com flores. O objetivo foi o de homenageá-las e alegrá-las em uma data tão especial.

A distribuição aconteceu na semana que antecede o Dia das Mães, que será comemorado no próximo domingo (14).

Para Valdecir Maria Barbosa Pereira, 72 anos, mãe de três filhos, o presente mostrou o quanto a equipe do ICTL é carinhosa com os seus pacientes. “Eu fiquei muito feliz, quando recebi as flores logo imaginei que fosse um presente do Dia das Mães. Eu só tenho a agradecer pelo cuidado de sempre dessa equipe”, destacou.

O presente foi recebido com muito entusiasmo também pela paciente Maria Aparecida Rosa Ramon, de 61 anos, e teve duplo significado para ela: a conclusão do último ciclo de quimioterapias e o Dia das Mães.

De acordo com Maria, que tem dois filhos, as flores representaram o início de uma nova vida, além do carinho de toda a equipe do Instituto. “Independentemente de datas comemorativas, sempre fomos muito bem tratados aqui. A equipe é fantástica, sempre muito dedicada e atenciosa, eu só tenho a agradecer pela vida dessas pessoas que contribuíram com o meu tratamento”, disse.

Maristela Jurado Alves da Costa, tem 38 anos, um filho de nove e iniciou o tratamento com quimioterapia há apenas um mês. De acordo com ela, as flores foram muito bem-vindas em um momento de adaptação as sessões de “químio”. “Essas flores representam um carinho muito grande dispensado por toda a equipe”, salientou.

O mesmo foi dito por Maristela Leidiane Cardoso dos Santos, de 23 anos. Ela também iniciou o tratamento recentemente e disse que se sente feliz pelo fato de a equipe ter se lembrado dela.

Maristela é mãe de quatro filhos e o mais novo tem onze meses. De acordo com ela, ao se tornar mãe foi possível ter acesso ao verdadeiro amor. “Filhos são tudo na nossa vida, eu amo ser mãe e eles me impulsionam a lutar cada dia mais”, pontuou.